Blog

Você sabia que a incontinência urinária é mais frequente entre as mulheres?

Nenhum comentário

A incontinência urinária é a definição para a perda involuntária de qualquer quantidade de urina. Apesar de não ser um distúrbio que gere riscos graves à integridade física, provoca um grande embaraço na pessoa, que pode se sentir desmotivada para as atividades rotineiras. 

O distúrbio é mais frequente entre as mulheres. Com isso, é importante ressaltar que a Urologia não é uma especialidade específica para os homens. 

Tipos de incontinência urinária 

Basicamente, existem três tipos de incontinência urinária. Confira: 

Incontinência de esforço: a perda de urina é provocada por esforço físico e aumento da pressão do abdômen. Os grandes vilões dessa condição são os múltiplos partos vaginais, obesidade, doença respiratória e um assoalho pélvico “sedentário”. 

Incontinência de urgência: também conhecida como síndrome da bexiga hiperativa, acontece quando a pessoa, mesmo com toda a tentativa de reter a urina, esta acaba por sair involuntariamente. 

Incontinência mista: quando existem os dois casos de incontinência na mesma pessoa.

Tratamento da incontinência urinária 

O primeiro passo para o tratamento do distúrbio é definir qual o tipo de incontinência. Para a de esforço, a cirurgia costuma ser eficaz. Já as de urgência podem ser tratadas através de medicamentos que “acalmam” a bexiga. 

A incontinência urinária é diagnosticada corretamente com uma boa história clínica, acompanhada de exames de urina, ultrassonografia e, se possível, realizando um exame específico nomeado como estudo urodinâmico. 

Urologia em Brasília 

O Dr. Osei Akuamoa Júnior, filho de um ganês e uma brasileira, é graduado em Medicina pela Universidade Católica de Brasília, tem residência em Cirurgia Geral pelo Hospital de Base do Distrito Federal e em Urologia pelo Hospital Federal da Lagoa (RJ). Além disso, possui especialização em Cirurgia Minimamente Invasiva pelo fellowship da Cleveland Clinic (EUA). Sua trajetória permite a atuação em Brasília com urologia minimamente invasiva. Agende sua consulta para saber mais.

Fonte: Sociedade Brasileira de Urologia 

Leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu